A importância de um briefing bem feito

Dicas para fazer as perguntas corretas e entender o que o cliente deseja (mesmo que ele ainda não saiba!)


O briefing é um documento importante que alinha as expectativas com o cliente e facilita o trabalho do criativo, além de evitar as temidas refações. Ele deixa claro para todas as partes tudo o que está envolvido no projeto e evita que uma informação importante para o criativo fique de fora por não ter sido considerada pelo cliente ou pelo atendimento.

Na correria do dia a dia das agências, muitas vezes a produção de um briefing completo fica de lado. E, o que muitas vezes esquecemos, é que quanto mais alinhados estiverem atendimento e criativo, mais chances de jobs de sucesso e clientes satisfeitos. 

Não tenha medo de perguntar demais, se forem as perguntas certas elas irão refletir na qualidade do trabalho lá na frente. Lembre-se que o cliente tem prazer em falar sobre sua marca, ele ficará feliz em compartilhar sua história e seus objetivos com você. 

Dica 1: obtenha todos os dados importantes do cliente

Vá além de informações básicas como CNPJ, razão social e endereço, por exemplo, e busque características da persona do cliente. Entenda quem ele é, o que ele faz  e como ele quer ser visto. A junção de todas essas informações te ajudará a ter insights que vão incrementar ainda mais o trabalho, como uma pizzaria que foi a primeira inaugurada na cidade ou a usa uma receita secreta de família desde 1920.  

Faça perguntas como:
  • Qual o seu diferencial? 
  • Como você quer se posicionar no mercado?
  • Qual imagem você quer passar?
  • Quem é seu público alvo?
  • Quem é seu consumidor ideal? O que ele faz, o que ele gosta, onde ele mora?
  • Como você se define?
  • Quais são os pontos positivos e negativos no seu produto?
  • Há quanto tempo a marca existe?

A pergunta sobre posicionamento é crucial e passa despercebida em muitas agências. O cliente precisa ter clareza de como ele quer ser percebido pelo seu público. Uma marca bem posicionada se diferencia de seus concorrentes e ganha credibilidade de seus clientes, pois eles apreciam sua imagem e concordam com ela.

"Posicionamento é mostrar para o seu público- alvo qual é a diferença entre você e seus competidores". Philip Kotler

No iClips você só precisa fazer esses questionamentos uma vez, ao cadastrar o perfil do cliente. Assim, sempre que um job for aberto, essas informações ficarão visíveis aos envolvidos no projeto. Se algo mudar posteriormente você pode voltar ao cadastro do cliente e alterar.

Dica 2: Entenda o passado do cliente e onde ele quer chegar agora

É importante conhecer ações passadas do cliente e como ele se posicionou até o momento para entender qual o caminho será seguido a partir de agora. A agência deve se sentir parte daquela marca, como se fosse sua. Entender as dores do cliente e seus planos e objetivos é essencial para fazer um bom trabalho.

Conheça melhor o seu cliente

  • A marca possui site ou página com material de divulgação?
  • Qual o objetivo desse projeto?
  • Quais dificuldades o cliente têm enfrentado?
  • A marca possui sua própria identidade visual ou ela será desenvolvida/reformulada pela agência?
  • Haverá uma mudança radical ou vamos seguir a mesma linha já adotada?
  • Quais informações são indispensáveis nesse projeto?
  • Em quais meios de comunicação ele será divulgado?

Dica 3: É hora de se aprofundar ainda mais nos desejos do cliente 

Procure entender exatamente que o cliente quer e o quanto ele te dará liberdade para inovar na hora da criação. A agência pode e deve orientá-lo no melhor caminho, pois nem sempre a campanha pensada por ele é a que realmente vai atingir seu público-alvo. Entendendo da melhor forma possível os passos anteriores fica mais fácil buscar soluções compatíveis com o que ele está buscando.

Entenda o que ele espera do projeto
  • Quais peças serão criadas?
  • Qual o direcionamento para os textos e imagens?
  • Quais são suas referências e influências?
  • Com qual estilo você se identifica? Qual estilo você quer seguir?
  • O que você gosta ou não gosta em termos de design?
  • Existe alguma preferência de cores ou material a ser utilizado?
  • Quanto você pretende gastar?
  • Qual o prazo de entrega?

Lembre-se que nem sempre você vai precisar utilizar todas as perguntas. O que você deve ter em mente é que pode ser que uma pergunta não seja facilmente compreendida pelo cliente ou ele não dê a resposta que você precisa, por isso é tão importante entender o que o seu criativo precisa para fazer o trabalho e tentar extrair as informações do cliente da melhor forma possível. 

A conversa com seu cliente não precisa ser um bate bola de perguntas e respostas rápidas, use o briefing para te direcionar e te ajudar a chegar onde é preciso. 

Procure também estar em comunicação constante com os criativos para saber se os briefings que estão chegando para eles estão adequados.

No iClips você pode definir modelos de job para cada tipo de serviço que você executa com as perguntas essenciais de cada um. Assim, ao abrir um job, você saberá quais informações são necessárias para que aquelas peças sejam bem executadas.